ATIVIDADE: Desenho conceitual de História | TRINCHEIRAS [sugestão de atividade avaliativa] ~ Identidade 85 ::

quarta-feira, maio 15, 2019

ATIVIDADE: Desenho conceitual de História | TRINCHEIRAS [sugestão de atividade avaliativa]



Uma das reclamações recorrentes dos alunos em relação à História é quanto ao modo "tradicional" como os professores dão suas aulas. Por isso, selecionamos uma alternativa lúdica, que pode ajudar a despertar um pouco o interesse deles pela matéria.

Sabemos que existem várias formas de fugir da rotina de sala de aula, coisas que muitos professores já usam há anos, tais como ir a museus, visitar locais históricos e feiras temáticas - como as de livros que ocorrem na própria cidade ou em cidades vizinhas. Dentro da própria escola, os professores com frequência fazem uso também de vídeos documentários e slides elaborados de acordo com o conteúdo da vez. 

Além desses, uma das formas como o professor pode ser "diferente" é trabalhar com imagens, nesse caso desenhos produzidos pelo próprios alunos. Isso não é nenhuma novidade, mas é sempre bom expormos o que fazemos, sempre com o objetivo de ajudar novos e "velhos" professores no seu dia a dia.

Então vejamos uma possibilidade. Eu tenho trabalhado a produção de desenhos com meus alunos e posso dizer que tem gerado resultados interessantes. Mas, para que funcione, a nosso ver, o professor precisa ser criterioso e dar muita atenção a cada um no processo de elaboração dos desenhos. O que ocorre, às vezes é de os alunos se perderem, fazerem qualquer coisa que lhes vêm à cabeça, sem conteúdo, sem cuidado, incluindo elementos que não fazem parte do momento histórico que estão retratando. 

Por exemplo, trabalhei recentemente com meus alunos de 9ºs Anos o tema trincheiras na Primeira Guerra Mundial. Eles tinham que fazer um desenho conceitual, onde deveriam retratar algumas situações, ou subtemas, tais como "vida", "morte", "doença" e "dia a dia". Cada um desses pontos requereu certos cuidados, a fim de não incluir na imagem elementos que fossem anacrônicos, que não existissem na época, que fossem de outro momento histórico. É importante também procurar evitar simples cópias do livro, pedindo que criem seu desenho, ainda que partam de imagens que tenham à disposição.

Além disso, como todos nós um dia aprendemos nas aulas de Arte, os desenhos não podem "estar soltos" no espaço, ou seja, precisam ter contexto, ter plano de fundo. Outra coisa, desenhos, para ganharem mais vida, precisam ser pintados. Enfim, boa parte dos meus alunos conseguiram mostrar o que haviam entendido sobre trincheiras e consequentemente conseguiram compreender melhor um momento chave da Primeira Guerra Mundial.

Claro que é sempre bom criar uma finalidade para o desenho, para não ser apenas uma obrigação sem "retorno". Ou, pior, ser apenas uma oportunidade deles matarem tempo. Por isso, criei um concurso, onde os cinco melhores desenhos, de acordo com votação de todos na classe, ganhariam uma quantidade de pontos em algum dos trabalhos avaliativos do trimestre (sistema que aqui em Santa Catarina substituiu o bimestre).

Autor: Maria Clara Borges de Medina

Pra mim isso tem funcionado bastante (como podem ver nas duas fotos que compartilho junto com essa postagem). Espero que ajude como sugestão. Mas e pra você que já está a mais tempo na área, que já usou dessas e outras ferramentas, tem alguma experiência do tipo? Comente e compartilhe suas vivências.

Dica de livro:
 livro primeira guerra
Margaret MacMillan

* Imagem da capa de autoria de Sara Letícia Teixeira da Costa.

COMPARTILHAR:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Humanos

Digite e tecle Enter para buscar!