O som dos pracinhas da FEB | José A. Fernandes | com vídeos e áudios da BBC ~ Identidade 85 ::

quinta-feira, agosto 01, 2019

O som dos pracinhas da FEB | José A. Fernandes | com vídeos e áudios da BBC




O som é poderoso pra transportar a gente, pra fazer imaginar, pra criar um saudosismo de algo que bem poderia ser nossa própria experiência de vida. Eis os sons dos pracinhas brasileiros durante a Segunda Guerra Mundial!

Getúlio Vargas manteve o Brasil neutro boa parte da Segunda Guerra, como uma estratégia para conseguir condições econômicas favoráveis, ora da Alemanha ora dos EUA. Mas, em 1942, após negociações com os norte-americanos e também por causa do afundamento de navios brasileiros por parte dos nazistas, o governo brasileiro declarou guerra à Alemanha.

A participação dos soldados da Força Expedicionária Brasileira nos combates não foi imediata, só chegando os cerca de 25 mil enviados à Itália em julho de 1944. Ali, com ou sem exageros, os soldados brasileiros ajudaram sim na libertação da Itália das mãos nazi-fascistas - naquele momento parte desse país estava nas mãos dos alemãs, após os fracassos de Mussolini. 

A participação brasileira costuma ser pouco valorizada, até mesmo ridicularizada em alguns momentos e por alguns escritores. A ação dos pracinhas não foi fácil e isso se deu por vários motivos: porque o treinamento recebido no Brasil e nos Estados Unidos não era muito próximo à realidade da guerra que encontraram - ligado mais a táticas e técnicas já ultrapassada para aquele momento; os soldados não estavam habituados ao clima frio dos montes Apeninos, que atravessam a Itália e nem acostumados a lutar em local montanhoso - lembrando que boa parte deles vivia em região de clima tropical, ou seja, forte calor. Só na batalha do Monte Castelo, foram mais de 400 baixas entre os brasileiros.

Mas a participação dos nossos soldados foi importante sim. Os pracinhas conseguiram vitórias importantes contra os alemães, tomando cidades e regiões que eram consideradas estratégicas e que estavam no poder destes, como o Monte Castelo, Turim, Montese, entre outras. Para que se tenha ideia de alguns números, mais de 14 mil alemães se renderam aos brasileiros, que também ficaram com despojos como milhares de cavalos, carros e munição.

Nesse cenário e contexto, os registros em áudios disponibilizados agora pela BBC são tão simbólicos. Trazem uma carga muito nostálgica. É mesmo uma espécie de homenagem merecida, sobretudo aos brasileiros que na Europa morreram. São músicas, reportagens, relatos pessoais, trechos de entrevistas e algo mais.


Dica de livro:

João Barone
Clique aqui!

Veja mais fotos dos pracinhas da FEB







Para livro sobre a FEB, clique aqui ou no brasão abaixo!

 brasão FEB

Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Humanos

Digite e tecle Enter para buscar!