POEMA: Com 24 horas para amar e um único olhar de solidão | Pâmela da Silva ~ Identidade 85 ::

segunda-feira, setembro 07, 2020

POEMA: Com 24 horas para amar e um único olhar de solidão | Pâmela da Silva



verso 1. 

Um único olhar de solidão, 

 magoou seu coração. 

 sem perdão e sem razão, 

há solidão em seu coração. 


verso 2. 

 esse não é um poema padrão. 

 posso falar sobre tudo 

que há no meu coração. 

não percamos tempo,

em devaneios inúteis, 

momentos gastos em vão.

vamos voltar para o poema então. 


verso 3. 

24 horas para amar, 

pensamentos invadem a mente. 

Nadando contra ah corrente, 

na mente, 

sem acreditar que o amor seja só beleza, sem penar... 

Não acredito. 

Se for assim eu duvido, 

que o amor seja bonito. 


verso 4. 

Ah,  vida sofrida e sem saída! 

Assim é a vida na despedida, 

sempre de partida

assim é ah vida. 


verso 5. 

A solidão invadiu meu coração.

Não tem como evitar. 

Ficaram rancores, dessabores.

Algo precisa mudar.

Sem perdão, há tristeza da alma,

com perdão, 

o amor traz calma. 


Pâmela é minha sobrinha (de José) e esse poema faz parte de um projeto inicial dela no Facebook, então se puderem apoiar entrando no grupo, ela ficaria muito feliz: http://bit.ly/pamelapoemas


Pâmela é uma menina com sonhos, que por eventualidade do destino tem a ajuda de uma cadeira de rodas para se mover. Mas, ela não deixa de sonhar; ela não deixa de acreditar na vida. Por isso, acompanhe-a e se quiser, deixamos uma dica de livro abaixo, que vai ajudá-la, caso você decida comprar. 



o que o sol faz com as flores
Rupi Kaur
Clique aqui! 

Compartilhar:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Digite e tecle Enter para buscar!