POEMA: Um botão de rosa na primavera | Pâmela da Silva ~ Identidade 85 ::

terça-feira, outubro 27, 2020

POEMA: Um botão de rosa na primavera | Pâmela da Silva

 

Meu coração ficou partido, 

sem ele aqui comigo. 

Foi-se embora quando veio o frio,

Num inverno qualquer.

Mas algo me alegrou, 

Oh, lindo botãozinho, 

que nasceu no meu caminho!


Uma flor protegida com espinhos,

Oh, lindo botão de rosa enxuga as minhas lágrimas! 

Outros tantos botões,

Que se transformam flores azuis, violatas, cor-de-rosa...

Ou amarelas como o gira girassol 

Que reina como coroa nos campos,

até o pôr do sol. 


Para não entristecer 

quero ver o sol nascer,

quero me perder nos campos,

deitar e adormecer na relva 

até o dia amanhecer.


Primavera. 

Uma coisa linda e bela, 

como uma tela, uma aquarela, 

como uma música, 

um encanto,

um raiar na cidadela.


Bela, 

lá vem ela. 

A estação das azaleias, das orquídeas, das bromélias. 

Flores lindas como tela, 

Pintada com brilho, com cor, com vida, 

assim é a primavera.


Linda quando chega, 

Traz cores, traz paz, traz esperança.

Torna os dias mais felizes.

Triste quando se vai,

Mas só por um instante,

Até florir de novo,

Alegrando o caminhar dos amantes. 


Pâmela é minha sobrinha (de José) e esse poema faz parte de um projeto inicial dela no Facebook, então se puderem apoiar entrando no grupo, ela ficaria muito feliz: http://bit.ly/pamelapoemas


Pâmela é uma menina com sonhos, que por eventualidade do destino tem a ajuda de uma cadeira de rodas para se mover. Mas, ela não deixa de sonhar; ela não deixa de acreditar na vida. Por isso, acompanhe-a e se quiser, deixamos uma dica de livro abaixo, que vai ajudá-la, caso você decida comprar. 



o que o sol faz com as flores
Rupi Kaur
Clique aqui! 

Compartilhar:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Digite e tecle Enter para buscar!