Identidade 85 ::

Momentos

por Conceição A. Pereira | Terças Poéticas

Papo de Professor

Minha experiência com Ensino Religioso [com atividades avaliativas]

DOCUMENTÁRIO

Paulo Freire - Contemporâneo

Acredite nos seus sonhos...

por Conceição A. Pereira | Terças Poéticas

Eu queria ser

por Conceição A. Pereira | Terças Poéticas

Na terra dos meus sonhos

por Conceição A. Pereira | Terças Poéticas

terça-feira, dezembro 11, 2018

Perto do céu... | por Conceição A. Pereira | Terças Poéticas




Quantas foram as vezes em que te visitei?
Não sei...
Perdi a conta...

O que importa é que tu sempre estiveste pronto
a me acolher...
As primeiras vezes em que nos encontramos
mal sabia andar e cheguei a teus braços
por meio de outros...

Hoje, tantos anos se passaram...
Mas tu continuas firme,
braços abertos
a iluminar e proteger 
todos que de ti se aproximam...

Tu não és apenas grande no tamanho...
és também imenso na acolhida...
Agora, os sentimentos em mim
confundem-se...
mistura de saudades,
emoção,
frio,
força...

A natureza caprichou contigo
e conosco também...
Sou mais corajosa depois 
que te conheci e descobri
que és gigante...



Conceição Aparecida Pereira é professora de Língua Portuguesa e Literatura, formada em Letras pela UNIJUÍ, mestre em Educação e Cultura pela UDESC, membro da ALBSC - Seccional Barra Velha, poeta, cronista, contista, mas antes de tudo uma recolhedora das suas próprias histórias de vida, arte e amor.

Este poema compõe o livro Depois daquela noite...

Leia os outros poemas!

 terças poeticas conceicao pereira

Compartilhar:

segunda-feira, dezembro 10, 2018

DOCUMENTÁRIO: O encontro de Clarice





Uma escritora em crise com a existência... a frente de seu tempo, emocional, tímida, sensível e ao mesmo tempo podendo ser ácida e profunda. Eis um documentário que nos leva ao encontro de Clarice Linspector.

Segundo o poeta Ferreira Gullar, Clarice Lispector ensinava, com suas obras, a romper o pacto com a mediocridade da vida. E mesmo após três décadas de sua morte, a escritora ainda ocupa um espaço único na literatura brasileira. 

O documentário O encontro de Clarice, celebra os 90 anos de nascimento da escritora, e mostra suas características, explorando algumas de suas obras e revelando como Clarice retrata e questiona as diversas dimensões do cotidiano.

Com comentários da atriz Beth Goulart, da biógrafa Teresa Montero, Carmen Hanning, Lucia Helena Viana






Dica de Livro de Clarice:

 livro A Hora da Estrela
Clique aqui! 

* Postado originalmente em 8/mar./2016.

Compartilhar:

sábado, dezembro 08, 2018

DOCUMENTÁRIOS: Histórias do Brasil (TV Brasil) [Série completa] - assistam ao primeiro episódio!



Sabendo da importância das imagens para a aprendizagem da História, compartilho com vocês uma Série muito bacana lançada pela TV Brasil em setembro de 2011. Trata-se de Histórias do Brasil, uma interessante tentativa de contar a história do nosso país, mostrando aspectos pouco conhecidos da maioria dos brasileiros.

Uma coprodução da TV Brasil com a Conspiração Filmesdirigida por Arthur Fontes, a série é também uma parceria inédita com a Revista de História da Biblioteca Nacional (RHBN) e com Catarina Poiares Baptista (Film Works). Através de montagens, os 10 episódios da série mesclam o tipo documentário, que inclui comentários de historiadores e outros estudiosos conhecidos, com reconstituições ficcionais.



No primeiro episódio, que poderão ver logo abaixo, intitulado "Antes do Brasil, Cabo Frio", temos os comentários do antropólogo Eduardo Viveiros de Castro a respeito dos primeiros contatos dos europeus com os indígenas. Ele explica questões culturais dos nativos, especialmente a prática de antropofagia - o honrado ato para os indígenas de devorar os inimigos, enquanto uma trama ficcional se desenrola.



*Originalmente postado em 17/jul/2013.

Gostou? Compartilhe!

terça-feira, dezembro 04, 2018

Momentos | por Conceição A. Pereira | Terças Poéticas




Uma leve brisa beija meu rosto,
acaricia minha alma,
transforma a beleza em plenitude...
Não sei, mas de repente sinto-me
estranhamente inspirada...
uma profunda paz inunda meu ser...

Sou movida pela emoção
e tudo em mim é coração...
Muitos não me compreendem, mas...
ainda assim viverei a espalhar
alegrias,
sorrisos,
sonhos a serem conquistados...
amor a ser distribuído...

Somos caminhantes,
breves caminhantes...
é preciso buscar 
a felicidade...

Viemos aqui para sermos felizes...
Isso é o que realmente deve importar
a todos...




Conceição Aparecida Pereira é professora de Língua Portuguesa e Literatura, formada em Letras pela UNIJUÍ, mestre em Educação e Cultura pela UDESC, membro da ALBSC - Seccional Barra Velha, poeta, cronista, contista, mas antes de tudo uma recolhedora das suas próprias histórias de vida, arte e amor.

Este poema compõe o livro Depois daquela noite...

Leia os outros poemas!


 terças poeticas conceicao pereira

Compartilhar:

domingo, dezembro 02, 2018

Papo de Professor: Minha experiência com Ensino Religioso [com atividades avaliativas]




Deve parecer fácil um professor de História dar aulas de Ensino Religioso, mas não é. Corre-se sempre o risco de "puxar sardinha" para a religião que se é simpatizante. Esse ano de 2018 eu tive uma turma de nono ano com essa disciplina e quero contar a minha experiência, inclusive as atividades que elaborei para isso.

Desde muito tempo ensinar valores religiosos sempre esteve entre as preocupações dos governantes e das igrejas que predominavam sobre algum país. Isso era, aliás, uma característica dos regimes monárquicos. Com a suposta de laicização do Estado Nacional e a "civilização" dos indivíduos, vinha ocorrendo uma separação entre a educação e o clero. Só que, mais recentemente, vem sendo proposta por alguns a volta do ensino de uma religião específica, ficando a cargo do professor fazer a opção.

No meu caso, creio que seja muito mais construtivo criar um diálogo entre as diferentes religiões. Mas, há muita resistência - especialmente se se tratar de religiões afro ou indígenas. Sempre vem predominando, além do mais, as religiões de origem cristã. Contribui para isso o fato de não haver um "norte" muito claro nos parâmetros curriculares nacionais sobre o que deve ser ensinado. 



Bom, como era minha primeira vez dando aulas nessa disciplina tive um pouco de dificuldade, mas pensando um pouco, cheguei a conclusão de que contribuiria muito mais para a vida dos alunos se fizesse algo diferente. Por esse motivo, escolhi para cada bimestre um tema central: assim, os quatro temas escolhidos foram tolerância, diferença, liberdade e, por último, felicidade.

Procurando sempre respeitar as opções de cada aluno, promovi diálogos em torno dos temas. Também exibi alguns curtas metragens que faziam referência aos mesmos. Enfim, elaborei duas formas de avaliação: um trabalho escrito, onde os alunos responderiam a algumas perguntas, a fim de definir o que sabiam sobre o tema e ao mesmo tempo refletissem a respeito; um segundo trabalho era mais "lúdico", propondo que os alunos produzissem um desenho, onde colocariam todos os elementos que já haviam escritos no primeiro trabalho.

Mesmo com alguns alunos tendo dificuldades com o texto e outros reclamando da falta de "talento" para desenhar, os trabalhos de maneira geral foram bem produtivos. Até mesmo alguns que não faziam atividades na outra disciplina que eu ministrava para a mesma turma (História), faziam os trabalhos de Ensino Religioso.

Afinal, acredito que alguns se identificaram, se envolveram, expuseram suas ideias  e mesmo desenvolveram algo de bom. Da minha, espero que a experiência tenha contribuído para torná-los pessoas um pouco melhores, sendo mais tolerantes, respeitando um pouco mais as diferenças, entendendo os limites de sua liberdade e, por fim, encontrando formas de serem mais felizes. Espero, de verdade, que saiam da nossa escola - já que não há Ensino Médio onde leciono - com algo de proveitoso para suas vidas. Se algo próximo a isso ocorrer, já terá valido a pena a disciplina.

Abaixo seguem alguns trabalhos feitos pelos alunos:



Trabalho sobre diferença, da aluna Rita de C. de Oliveira


Trabalho sobre felicidade, do aluno Lucas Cantelli


Trabalho sobre liberdade, da aluna Stephannye Rocha

Dica de livro:
 livro ensino religioso
Sérgio Rogério Azevedo Junqueira
Clique aqui! 

Leituras sugeridas:


  • Biblioteca escolar - Conhecimentos que sustentam a prática, de Bernadete Campello.
  • Biblioteca Publica e Informação a Comunidade, de Samir Suaiden.
  • Biblioteca Escolar - Estrutura e Funcionamento, de Ezequiel Theodoro da Silva.
  • Biblioteca de Alexandria - A História da Maior Biblioteca da Antiguidade, de Derek Adie Flower.
  • Bibliotecas do Mundo, de Daniela Chindler.
  • Biblioteca Nacional - Um Jardim de Delícias, de W. da Cunha.
* originalmente postado em 13/maio/2015.

Compartilhar:

sexta-feira, novembro 30, 2018

12 anos do blog Identidade 85!




Nesse mês de outubro completamos doze anos! Conheça um pouco da história do blog!

O Identidade 85 já avançou bastante, já mudou de cara algumas vezes, acumulou um número considerável de postagens, já promoveu diversas interações e está indo muito bem, obrigado! 

Sem poder fugir da onda das "origens", posso dizer que tudo começou há 12 anos, quando resolvi me aventurar pelo mundo dos blogs. Pelo que me lembro, esse veículo de diálogo da internet andava meio esquecido na época, preterido pelos vlogs, Orkut e chats da vida (o Facebook ainda gatinhava no Brasil). De qualquer maneira, me pareceu interessante criar um espaço interativo. Assim, ele começou com uma postagem sobre Heródoto, intitulada Aguarde, inicializando... 

Numa manifestação de vontade e desejando de fazer crescer o projeto, convidei alguns colegas de turma e depois de universidade. Naquele momento era só um projeto de alunos da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Hoje depois de algum tempo, ele já parece alçar voos mais altos... acho que já não se prende mais a um único espaço geográfico, afinal, já não moro mais em Dourados, Mato Grosso do Sul (que isso não pareça fatalista).

Enfim, o blog tem me dado muitas alegrias, servindo como meio de compartilhar conhecimentos - meus e de outros - e mesmo de expressar sentimentos, com espaço para poesia e outras artes.


Galera da UFGD, incluindo vários colaboradores do blog

Por isso, espero que vocês continuem ajudando a construir esse espaço, que espero se torne cada vez mais convidativo. Sintam-se sempre bem-vindos!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Humanos

Digite e tecle Enter para buscar!