Historiadores em Perfil: René Rémond ~ Identidade 85 ::

quarta-feira, junho 24, 2020

Historiadores em Perfil: René Rémond




Historiador do contemporâneo, ele foi figura central na "volta da História Política", como pesquisador ou como animador, num tempo em que falar de política em História era tido como um pecado mortal.  

René Rémond nasceu em 30 de setembro de 1918, em Lons-le-Saunier, uma comuna francesa da região administrativa de Borgonha-Franco-Condado, e morreu em Paris, em 14 de abril de 2007.

Em um momento em que se falar de política era considerado um pecado para os historiadores, ele se tornou amplamente famoso por sua "luta" para recolocar a História Política no centro das pesquisas e discussões na academia.

Com o surgimento da Escola dos Annales, houve um ferrenho combate a tudo que estivesse relacionado à história metódica, tradicional, "velha". Essa última era caracterizada por sua dedicação ao político, ao evento/fato (événement), aos grandes nomes da história, às fontes oficiais/escritas. Por querer renovar o ofício da História e propor novas fontes e maneiras de escrevê-la, os annalistas tornaram em anátema tudo que lembrasse a forma "pouco problemática" e "oficial" que imperava nas universidades da França e do mundo - e continuou imperando pelo menos até os anos 1950.

Com isso, falar em político era praticamente "proibido", embora muitos trabalhos analisassem aspectos que mais tarde seriam tidos como políticos. É nesse sentido que René Rémond se tornou uma das figuras centrais na defesa do político como objeto de estudo válido e importante da História. Ele colaborou de forma decisiva para a consolidação de institutos e de espaços de pesquisa e incentivou diretamente projetos nesse sentido.

Claro que ele - como outros com ideias correlacionadas - fizeram reflexões e críticas constantes sobre a História Política. Foram correntes as autocríticas e reavaliações do que seriam os objetos da mesma e os métodos a se empregar, o que contribuiu para que a mesma se renovasse profundamente, se revitalizasse depois de ser amplamente combatida e deixada de lado propositalmente por muitos historiadores, especialmente os annalistas, como temos dito. 

Nesse sentido, dos anos 1950 em diante, os historiadores políticos procurariam se fortalecer; embora tenha sido especialmente nos anos 1970 e 1980 que se teria "a volta da história política" ao centro das atenções, tendo René Rémond estado entre os principais nomes da reconquista da legitimidade da mesma, como estudioso ou como incentivador. Com ele e outros, se buscou não a inversão de forças em relação às formas então dominantes de se fazer história, mas sim "um reequilíbrio das perspectivas e de uma (re)legitimação da história política". Isso pode ser visto especialmente no livro Por Uma História Política (Pour Une Histoire Politique), de 1988, organizado por René Rémond, que demonstra, entre outras coisas, o dinamismo coletivo cristalizado ao redor dele. Reunindo contribuições de diversos especialistas, o livro busca propor, como ele mesmo diz, um balanço prospectivo das numerosas conquistas de uma "história política rejuvenescida [que] encontra todas as suas virtudes num ambiente científico que as duas últimas décadas alteraram profundamente". Ao mesmo tempo, o livro buscou afirmar a riqueza e, sobretudo, a validade da História Política.

É nesse contexto que René Rémond produziu ou organizou uma série de livros e artigos abordando temas de política, que incluíram temas como democracia, Estados Unidos, catolicismo, comunismo... Dando espaço também à análises de personagens ou governos, mas inserindo esses num contexto mais amplos e problematizados, tais como Léon Blum, Édouard Daladier, Paul Touvier, De Gaulle ou o governo colaboracionista de Vichy. Estudioso do contemporâneo, em sua maioria, os seus trabalhos focaram na França ou partiram do ponto de vista dos franceses. 

Além da obra coletiva que mencionamos há pouco, seu principal trabalho individual foi A Direita na França de 1815 a Nossos Dias (La Droite en France de 1815 à nos Jours), que foi reeditada várias vezes e é referência para historiadores e políticos, da França ou fora dela. Nele René Rémond divide a direita francesa em três categorias: a orleanista, a legitimista e a bonapartista.

René Rémond, foi secretário geral da Juventude Estudantil Católica francesa, em 1943, e membro do Centro Internacional de Documentação e Informação (YCS) em Paris (atualmente o Secretariado Internacional de Jovens Estudantes Católicos Internacionais). Depois de atuar por anos em defesa da História Política, foi presidente da Fundação Nacional de Ciências Políticas, de 1981 a janeiro de 2007. Foi também membro-fundador da Pontifícia Academia de Ciências Sociais, criada em janeiro de 1994. Além disso, foi eleito à Academia Francesa, em 18 de junho de 1998, na vaga do historiador François Furet. Recebeu diversos títulos, destacando-se o de Grande-Oficial da Ordem Nacional da Legião de Honra. 

Como adiantamos no início do texto, ele morreu em abril de 2007, aos 88 anos, segundo a família, "vítima de uma doença que o vinha acometendo há tempos" (MORRE O HISTORIADOR FRANCÊS RENÉ RÉMOND, site G1, 14/04/2007).

Caso queira conhecer mais sobre esse autor, existem diversos vídeos e entrevistas sobre e dele no YouTube (a maioria em francês), assim como livros, artigos e teses que analisam a historiografia e as transformações na História. Em matéria de livros, para mostrarmos apenas alguns, em português, consta As Escolas Históricas de Bourdé e Martin. Por fim, o livro Os Historiadores - Clássicos da História, organizado por Mauricio Parada.


Os livros desse autor:

Lamennais et la Démocratie (1948)

La Droite en France de 1815 à Nos Jours (1954)

Histoire des États-Unis (1959)

Les Catholiques, le Communisme et les Crises (1929-1939) (1960)

Les États-Unis Devant l’Opinion Française (1815-1852), 2 volumes (1962)

Les Deux Congrès Ecclésiastiques de Reims et Bourges (1896-1900) (1964)




Forces Religieuses et Attitudes Politiques Dans la France Depuis 1945 (contributing editor; 1965)

Atlas Historique de la France Contemporaine (contributing editor; 1966)

Léon Blum, Chef de Gouvernement (contributing editor; 1967)

La Droite en France, de la Première Restauration à la Ve République, 2 volumes (1968) / edição em inglês The Right Wing in France

Le Gouvernement de Vichy et la Révolution nationale (contributing editor; 1972)

Introduction à l’Histoire de Notre Temps, 3 volumes (1974) / edição em português com o título Introdução à História do Nosso Tempo, dividido em O Antigo Regime e a Revolução 1750-1815O Século XIX. 1815-1914; e O Século XX

L’Anticléricalisme en France de 1815 à Nos Jours (1976)

Vivre Notre Histoire (Entretien avec Aimé Savard) (1976)

Édouard Daladier, Chef de Gouvernement (1977)

La France et les Français en 1938-1939 (1978)

La Règle et le Consentement. Gouverner Une Société (1979)

Les Droites en France (1982, published in 2005)

Quarante ans de Cabinets Ministériels (contributing editor, 1982)

Le Retour de de Gaulle (1983)

Essais d’Ego-Histoire (in collaboration; 1987)

Pour une Histoire Politique (contributing editor; 1988) / edição em português Por Uma História Política

Notre Siècle (1918-1988), rééditions mises à jour, 1992 et 1995 (1988)

Age et Politique (in collaboration; 1991)

Paul Touvier et l’Église (in collaboration; 1992)

Valeurs et Politique (1992)

Histoire de la France Religieuse (co-contributing editor; 1992)



Le Fichier Juif (in collaboration; 1996)

Les Crises du Catholicisme en France Dans les Années Trente (1996)

Religion et Société en Europe Aux XIXe et XXe Siècles. Essai Sur la Sécularisation (1998)

Une Laïcité Pour Tous (1998)

L'Anticléricalisme en France (1999)

Les Grandes Inventions du Christianisme (1999)

La Politique Est-elle Intelligible? (1999)




Du Mur de Berlin Aux Tours de New York: Douze Années Pour Changer de Siècle (in collaboration with François Azouvi) (2002) / edição em espanhol Del Muro de Berlin a las Torres Gemelas


Une Mémoire Française (2002)

Le Siècle Dernier (2003)

Le Nouvel Anti-Christianisme (2005)


Livro destaque desse autor:
 livros rené rémond
Por Uma História Política
Clique aqui!

Para ver outros Historiadores em Perfilclique aqui!

* Essa postagem é só um guia rápido desse historiador. Se você souber de alguma incorreção ou tiver algum acréscimo de conteúdo a essa postagem, mande-nos nos comentários. Muito obrigado!


Assista a um vídeo nosso sobre Guerra Fria!

Se estiver recebendo a mensagem pelo e-mail, clique aqui para assistir

Compartilhar: 

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Humanos

Digite e tecle Enter para buscar!